Pular para o conteúdo principal

Aécio promete reajustar Bolsa Família para reduzir pobreza no Nordeste

O candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG), lançou neste sábado (23) pacote com 44 propostas que visam o desenvolvimento da Região Nordeste, entre elas o reajuste do benefício básico do Bolsa Família.

O programa é carro-chefe da política do governo da presidente Dilma Rousseff e o benefício básico, atualizado em junho deste ano, é de R$ 77.

Quando o governo anunciou o reajuste, Aécio fez críticas de que o valor básico não atendia ao critério estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para determinar se uma pessoa está acima ou abaixo da linha de extrema pobreza. A ONU adota critério do Banco Mundial segundo o qual é considerado miserável quem vive com menos de US$ 1,25 dólar por dia (R$ 85, na cotação atual).

Aécio prometeu que, se eleito, vai aumentar o benefício para que o menor benefício seja equivalente a US$ 1,25 diários por pessoa.

"US$ 1,25 per capita por dia é o valor mínimo estabelecido pela ONU para que se esteja fora da linha de pobreza absoluta. O mínimo que podemos fazer é estabelecer esse valor, para garantir condições de dignidade à população", afirmou.

Segundo o candidato, o pacote de propostas, chamado Plano Nordeste Forte, visa possibilitar que a região tenha os mesmos índices de desenvolvimento que outras localidades do país.

"O conjunto de ações visa que o Nordeste alcance pelo menos os índices de desenvolvimento iguais aos do restante do país. A região não pode depender da boa ação dos políticos, mas sim avançar a partir das próprias potencialidades, que são muitas", frisou.

Outra proposta apresentada é a ampliação de repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e mais investimentos no transporte escolar. O candidato tucano afirmou ter visitado escolas públicas em situação "vergonhosa".

"Durante a campanha tenho visitado cidades no interior do Nordeste e encontrei uma situação vergonhosa em muitas escolas. Nosso plano é adotar as escolas com pior desempenho no Ideb, melhorar todas as condições necessárias para quem em dez anos elas tenham o índice pelo menos semelhante a média nacional. Além disso, vamos dobrar o valor destinado para o Fundeb, ampliando assim os investimentos em educação, dando a prioridade que merece", disse Aécio Neves.

Segundo ele, os estudantes não podem ir para escola "em um transporte de péssima qualidade, correndo riscos". "Vamos aumentar os investimos especificamente em transporte escolar, até mesmo por uma questão de segurança das nossas crianças."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entenda o que é o título Persona non grata

Diante dos votos contrários dos vereadores oposicionistas de Pau dos Ferros de não aprovar o título de "persona non grata" ao professor que criticou a cidade de Pau dos Ferros (veja aqui), venho esclarecer aos cidadãos e web-leitores o que significa esse título.
Persona non grata (Latim, no plural: personae non gratae), cujo significado literal é "pessoa não bem-vinda", é um termo utilizado em diplomacia com um significado especializado e judicialmente definido.
Sob a Convenção de Viena sobre as Relações Diplomáticas, artigo 9, um Estado pode declarar "em qualquer altura e sem necessidade de justificação" qualquer membro dos emissários diplomatas como persona non grata — i.e., não aceite (enquanto que persona grata significaria aceitável) — mesmo previamente à sua chegada ao Estado em questão. Geralmente, a pessoa é recambiada para a sua nação de origem. Caso isso não aconteça, o Estado "poderá recusar-se a reconhecer a pessoa como membro da missão&…

Prefeitura de Pau dos Ferros honra compromissos com os profissionais da educação

A Prefeitura de Pau dos Ferros realizou o pagamento retroativo do mês de janeiro referente a implantação do Piso Salarial dos professores municipais, além da primeira parcela do terço de férias, conforme havia sido prometido pelo prefeito Leonardo Rêgo durante a abertura da Semana Pedagógica.
A atual gestão já havia implantado no mês de fevereiro o Piso Nacional dos professores e, agora, mostrando compromisso com a categoria, realizou o pagamento retroativo. 
O valor total da folha do mês de março dos profissionais da educação, incluindo FUNDEB 40% e FUNDEB 60%, foi de R$ 878.256,73. 
O governo municipal, honrando o compromisso assumido com os servidores, alocou R$ 530.400,04 do Tesouro Municipal para complementar em sua totalidade a folha do mês de março da SEDUC.
A prioridade em manter os vencimentos dos servidores em dia, faz parte de uma organização financeira e um choque de gestão implantado pelo Chefe do Executivo, que mantém a postura de transparência na Administração.

Temer decide recriar Ministério da Cultura

O ministro da Educação, Mendonça Filho, informou neste sábado (21) que o presidente em exercício Michel Temer decidiu recriar o Ministério da Cultura (Minc).
O novo ministro será Marcelo Calero, anunciado na última quarta (18) como secretário nacional de Cultura. Ele deve tomar posse na terça-feira (25).
Com a decisão, a Cultura deixa de ser uma secretaria e não ficará mais subordinada ao Ministério da Educação.
A decisão de fundir as pastas de Educação e Cultura foi tomada com base no princípio adotado por Michel Temer ao assumir de reduzir o número de ministérios.
Diante dos protestos de parte dos artistas e de servidores do Ministério da Cultura, Temer já havia anunciado que, mesmo como secretaria, a estrutura da pasta seria mantida.
Nesta sexta-feira (20), edição extra do "Diário Oficial da União" publicou medida que dava status de "natureza especial" ao cargo de secretário da Cultura.
Agora, depois de ouvir artistas e representantes do setor, o presidente em exercíc…